Depoimento Jeferson

depoimento_alno_concursos_103

Meu nome é Jeferson, tenho 33 anos, moro em Brasília/DF, sou formado em administração pública. Desde os meus 15 anos comecei a trabalhar, sendo que com essa idade fiquei órfão e juntamente com meu irmão tivemos que tocar a vida….Trabalhei alguns anos na iniciativa privada, na qual trabalhava muito e não estava satisfeito.

Em 2010 , um belo dia, saiu a notícia que iria ter um concurso para o MPU ( Ministério Público da União) com muitas vagas e salário de quase 10.000,00 ao longo da carreira… $$$$$$ rsss… nossa aquilo foi suficiente para me motivar a estudar.Com isso, resolvi ficar por um tempo só por conta dos estudos para concursos, sem trabalhar. Foi nesse momento que o cursinho ALUB (com seus ótimos professores) entrou na minha vida!!! Não pensei duas vezes. Fiz a matrícula na Turma Meritus, e comecei a estudar!!!

Nesse momento várias pessoas falavam para eu ter cuidado, pois poderia estar tomando uma decisão precipitada de não trabalhar e ficar só por conta dos estudos…nessa hora eu falava: ´´na vida precisamos tomar decisões drásticas para mudar de vida e galgar nossos sonhos!!!“

Na minha rotina de estudos, ficava estudando o dia inteiro e à noite ia ao cursinho no Alub. Quando havia aulas nos finais de semanas, às vezes sábado e domingo o dia todo, estava eu lá motivado e cansado.. rsss , mas tendo a certeza de que esse esforço um dia iria valer a pena.

Além do Alub, fazia também um cursinho gratuito, comunitário na Ceilândia, cidade satélite de Brasília, nos finais de semanas que eu não tinha aula no Alub. Lembro como se fosse hoje. Como as aulas nesse cursinho eram sábado à tarde e domingo de manhã, na época eu morava em Planaltina/DF, então tinha que pegar dois ônibus e dois metrôs lotados para ir e voltar até o cursinho. Tinha dia que eu ia sem almoçar, pois não dava tempo. A aula começava as 14h e era bem longe, affff .

Minhas técnicas de estudos era estudar a teoria, fazer resumos e exercícios até os olhos arder muito rssss. Lembro como hoje, nos intervalos e no fim das aulas ficava tirando dúvidas com os professores… acho que eles já estavam me achando chato rsss brincadeira ..todos me atendiam de forma bem educada. Para continuar motivado, sempre procurava ler e assistir depoimentos de pessoas que passaram em concursos, olhava os salários dos servidores públicos, colava fotos na parede do meu quarto dos sonhos que queria realizar!!!

Nesse tempo, tive que abdicar, claro, de muitas coisas, entre elas, de não participar de reuniões de família, saídas com meus amigos; meu maior hooby é dançar uma boa música sertaneja… Alguns dos meus amigos até brincavam dizendo que ia ficar louco de estudar..Então, eu falava: posso ficar louco, mas com dinheiro no bolso consigo tratar da loucura kkkk. Falavam isso, pois me chamavam para sair e não ia, devido, claro, aos estudos.
Essa árdua e valiosa jornada durou quase dois anos, quando depois de várias reprovações, consegui a minha primeira aprovação e nomeação no concurso da Conab – empresa pública vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no cargo de Analista Administrativo.

Esse dia não tem como esquecer. Passa um filme na sua cabeça, de tudo que você passou e dizer que valeu a pena. Fiz até um churrasco com a família, amigos e professores do ALUB, foi inesquecível.
Algum tempo depois fui nomeado também no concurso da Dataprev (Previdência Social), também no cargo de analista administrativo. Mas nesse, no último minuto do segundo tempo, resolvi não tomar posse, preferindo ficar no órgão no qual estou hoje.

Para finalizar, posso falar com toda certeza, que concurso muda sua vida para melhor!!!! Vale a pena cada minuto!!! Dou minha humilde dica para aqueles que também querem passar em concursos. Temos que ter 4 coisas básicas para sermos aprovados: MOTIVAÇÃO, ESTRATÉGIA, PLANEJAMENTO e DISCIPLINA. É estudar e não brincar de estudar. É ser concurseiro de verdade e não ir apenas fazer prova de concurso! Colocar o estudo como uma das prioridades da sua vida e não desistir.

Além de Deus e Nossa Senhora, algumas pessoas contribuíram nessa minha caminhada de vitórias: meu irmão e grande amigo e minha cunhada que, além da força em incentivos, me ajudaram financeiramente quando meu dinheiro acabou e ainda estava desempregado, só por conta dos estudos…lembro que dias antes de saber que iria tomar posse, estava bem desanimado, pois já ia começar a entregar currículos, para voltar a trabalhar na iniciativa privada. Foi quando chegou o famoso SEDEX e recebi uma ligação do órgão para tomar posse… nossa que emoção!!!!!! Fizeram parte também dessas minhas conquistas o ALUB que inclusive me deu uma bolsa de estudos para eu fazer o segundo curso da Meritus. Isso foi fundamental, minha família e meus amigos que sempre ficaram do meu lado e me compreendiam.

Para fechar com chave de ouro esse depoimento, gravem essas frases: Não existe sucesso sem dor.

Para chegar aonde poucos chegam, é necessário fazer o que poucos fazem.

Obrigado.

QUER SABER MAIS?

Deixe seus dados que a gente entra em contato com você.

- ou -LIGUE61 3201-1000