Proposta Pedagógica • Colégio ALUB

Proposta Pedagógica

O ALUB utiliza a legislação do ensino em vigor para estabelecer os fundamentos norteadores da prática educativa, aplicando na Educação Básica uma arquitetura pedagógica dos valores, códigos e símbolos que visam  resgatar comportamentos educativos pela consciência cidadã do: Saber “Ser”; Saber “Aprender”; Saber “Ter”; Saber “Fazer” e “Saber Conviver”.

Aliado a esse fundamento e em consonância com os Pilares da Educação defendidos pela UNESCO, permeia uma pedagogia voltada para o Aprender a Aprender focada na “práxis” dos conceitos sistêmicos de que o Educador e o Educando são partícipes e aprendizes, pela exploração da busca, da indagação, da investigação, da pesquisa, da demonstração e da experimentação como garantia dos saberes desenvolvidos.

O Grupo ALUB tem como proposta o ingresso na universidade pública de uma forma democrática e abrangente a todos os níveis sociais, proporcionando ao aluno o desenvolvimento da autoestima, capacidade de estudo, além de despertar a cidadania e gerar uma consciência político-social.

Nesse sentido, temos como compromisso social oferecer uma educação de qualidade para todas as camadas da sociedade e acreditamos na necessidade de existir uma parceria fortalecida entre escola e família para que o processo de aprendizagem seja desenvolvido com uma base solidificada, pois entendemos que o mundo social faz parte da construção cognitiva do aluno mediante às das relações estabelecidas dentro e fora da escola.

METODOLOGIA

Na concepção de educação desenvolvida pelo Grupo ALUB, a escola é vista como um lugar de intervenção pedagógica intencional. Nessa perspectiva, o professor tem o papel de intervir no processo, mediando o desenvolvimento potencial do aluno, tornando-o real.

Para tal, faz-se necessária a utilização de inovações tecnológicas e recursos disponíveis para ampliar as possibilidades da aprendizagem e trabalhar o currículo pensado pela instituição, entendendo este como uma práxis discursiva, o caminho que leva à união efetiva entre a teoria e a prática proposta, passando a ser visto como um processo político de mediação.

Nesse viés, um passo importante nesse processo é a mediação curricular, que auxilia professor e ajuda o educando a entender as situações de aprendizagem. Ademais, permite ao docente perceber a potencialidade de aprender de cada aluno. Para isso, é necessária a utilização dos conhecimentos prévios do educando a fim de desenvolvê-los para que se transforme em conhecimento real.

Em síntese, para que haja a educação e aprendizagem é necessário que o educando esteja envolvido (construa) dentro do processo educativo. Assim, currículo e práxis educativa devem voltar-se para a construção de experiências práticas, devendo o professor disponibilizar diversos tipos de exercícios e atividades educacionais, pois o desenvolvimento e a aprendizagem humana, segundo Vygotsky, estão diretamente vinculadas às suas experiências.

OBJETIVOS

QUER SABER MAIS?

Deixe seus dados que a gente entra em contato com você.

- ou -LIGUE61 3201-1000