Augusto Cury afirma que o sistema de educação mundial está doente


Com o tema “O código da inteligência e a formação de mentes brilhantes”, o psiquiatra e escritor Augusto Cury questionou o tradicional modelo de ensino das escolas na palestra ministrada na noite de ontem (8) no Unique Palace (Setor de Clube Sul). O evento foi organizado pela Rede Educacional Alub, que a partir de 2017 irá inserir na grade curricular o Programa Escola da Inteligência, criado pelo palestrante. O método tem como objetivo alcançar o sucesso escolar por meio da educação das emoções.

 

Diagnóstico

Augusto Cury é um critíco do sistema de ensino. Segundo ele, a escola falha ao querer desenvolver somente as áreas cognitivas, como o raciocínio, o pensamento lógico e a observação, sem dar subsídios para que os alunos ousem mais e se reinventem por meio do controle emocional.

“No mundo todo a educação está doente, as escolas e universidades estão doentes — mesmo as de ponta, que estão no ranking mundial — porque elas ensinam os alunos da pré-escola à pós graduação a conhecer o mundo de fora, do pequeno ato ao imenso espaço, mas não ensinam a conhecer o mundo de dentro, a mente humana. Dessa forma, ensinam-nos a caminhar no espaço físico, mas não nos ensinam a navegar nas águas da emoção. Sem educar e gerir a emoção, vamos formar jovens frágeis, inseguros e que não sabem lidar com contrariedades. A consequência disso são pessoas com idade biológica de 40 anos, mas com idade emocional de 15, que não sabem passar pela mínima dificuldade ou crise, apenas sucumbem à dor e não a usa para crescerem”.

 

Para ler a matéria completa, clique aqui.

QUER SABER MAIS?

Deixe seus dados que a gente entra em contato com você.



-ou-

LIGUE

61 3201-1000